Caso "FAKEBOOK"

O Facebook é actualmente uma das redes sociais mais populares, tal como uma das mais exploradas pelos ciber-criminosos para cometer ataques de phishing. O phishing consiste em enganar os utilizadores, levando-os a crer que se encontram numa página Web familiar e roubar a sua informação confidencial, dados de acesso, etc.

10 Dicas para combater o phishing


Existem muito domínios com a palavra facebook que na realidade contêm páginas maliciosas: facebook-ims.com, facebooks.bz, gjfacebook.com, image-facebook.com, ims-facebook.net, inbox-facebook.com, kfacebook.net...

Na maioria dos casos, se aceder a estes URL's será mostrada uma página semelhante à do Facebook original, de modo a enganá-lo e a roubar os seus dados de acesso. Em seguida é redireccionado para o website real para evitar quaisquer suspeitas.

No entanto, nem sempre o phishing envolve roubar dados de utilizadores. Por vezes estas páginas transferem malware
para o computador do utilizador através de técnicas de
"drive-by download", que executam ficheiros sem o
consentimento da vítima.